2008/12/31

2008 a terminar

Todos os anos o ritual é igual, desejam-se votos de um bom novo ano e quase invariavelmente o ano acaba por ser igual ao anterior, com coisas boas e coisas más, com as nossas queixas contra o estado da Nação, os politicos, o patrão, o emprego ou a vida em geral.

Por isso, este 2008 foi apenas mais um ano, como os outros. E espero que 2009 também o seja, porque enquanto é, é sinal de que cá estamos vivos e surfar na net. Que seja o melhor ano possível para cada um é o que posso desejar. Para todos, até para mim também...

2008/12/29

Atchim

E é isto, cheguei a Portugal e já tive uma crise de vesícula (ou figado, nunca soube bem qual era o problema, as ecografias dizem que está tudo bem) e agora estou nos resquicios de uma constipação que só à custa de uns brufen's e muito choco em casa é que não evoluiu para uma gripe...

De resto, o tempo é inexorável e o tic-tac do relógio que marca o regresso a Angola, sendo que a vontade de por o relógio a andar para trás é enorme mas impossível de concretizar...

Assim, mais pingo no nariz, menos espirro, mais tosse avulsa, menos arrepio, cá vou passando o tempo, sendo que estes dias que a Sara trabalha o tempo custa ainda mais a passar!

2008/12/24

2008/12/22

Já em Portugal

E sempre a correr. Não se um lado para o outro, como tambem nos preparativos do Natal e ainda e sempre a montar a casa...

Mas é bom estar por cá, no calor da familia e dos conhecidos. Frio? Onde? :)

No sábado foi o jantar de Natal na casa da Truta (já é tradição...) e ontem fui ao Dragão ver a miséria do jogo contra o Marítimo e hoje ando a tratar de pendentes... Pelo meio umas compras, uns passeios, uns petiscos aqui e ali. E ainda não fui à FNAC nem ao cinema...

E sábado, se tudo correr bem, lá em casa quero os meus primos todos! Não sei como meter tanta malta lá dentro, mas primeiro meto-os lá e depois penso no assunto.

2008/12/18

0...

...dias, porque é hoje, estarei a voar a 9000 metros de altitude quando este post sair, por isso ao fim da tarde estarei por casa.

Finalmente.

2008/12/17

Luanda

Cheguei já passava das 15h00 ao nosso estaleiro no Gamek. Reunião para a frente e para trás, recolhe bilhete, acerta contas da contabilidade, preparara orçamento adicional para a obra e, finalmente, pelas 18h00, fico livre.

Felizmente que o director financeiro é bom anfitrião e lá pegou em mim, no David e no Edgar e levou-nos à cidade de S. Paulo de Luanda a comer uma francesinha. E bem boa que ela estava, ou era da fome de quem quase não pitou ou era do molho e do bife de 1ª qualidade que a guarnecia devidamente. Regado por uma Cristal morna e uma Super Bock a estalar, mais uns camarões fresquinhos a saltar do prato, daqueles de tamanho familia, foi um culminar de ano em cheio. Mas nós merecemos!

Amanhã, pelas 5h00 saímos do estaleiro para estarmos no aeroporto pelas 6h00 (sim, são 10 Km, mas só nós sabemos porque não ficamos em casa!) de forma a que pelas 8h45 da manhã o voo da TAP nos leve de regresso ao Natal e frio de Portugal. E que bem que o frio vai saber!

Até já...

1...

...dia, que é o dia da viagem de carro do Lobito até Luanda. Se tudo correr bem, são 550Km que se fazem em 5 horas mais uma paragem no Sumbe para desentorpecer as pernas e tomar um café e uma gasosa. Se sair pelas 8h00 o mais tardar pelas 14h00 estarei no estaleiro da Jonce na Gamek.

A esta hora devo estar no Sumbe. Se puder, ao final do dia, deixo um novo post.

2008/12/15

3...

...dias!

Hoje foi churrascada de Natal e encerramento de burocracias: relatórios, mapas, autos de trabalhos e deixar ultimas instruções para os que ficam (que são poucos) a trabalhar.

Amanhã, mais um retoque no bronzeado de Natal, na quarta vou para Luanda e na quinta ao fim do dia estarei em Portugal, aleluia!

2008/12/14

4...

...dias! Mas com um por do sol destes e depois de um dia de praia fabuloso, com a água quentíssima, nem dei por este dia passar. E na próxima 3ª feira há mais... E para o ano, com a Sara cá se tudo correr como espero, ainda vão ser mais fantásticos e belos estes por-do-sol que Angola tem!


2008/12/13

Gindungo


E se o Domingos Catumbela me arranjar algumas bagas como me prometeu, levo-as para Portugal, para tentar satisfazer alguns pedidos dispersos que para mim é picante demais...

5...

...dias! E o momento tão esperado que se aproxima...

2008/12/12

6...

...dias. E cada vez mais desesperado por parar, por férias, por pensar no Pai Natal, nas renas, no frio, na música do coro de Santo Amaro de Oeiras...

2008/12/09

BNA-Lobito (12): Eis a cozinha industrial!

E pronto, uma semana depois, aqui está ela quase concluída. Felizmente, correu tudo bem e é menos uma preocupação que tenho nesta obra, mas ainda me sobram mais algumas dores de cabeça, derivado do tamanho, complexidade e artes envolvidas aqui.





























Ainda um pouco desarrumada, em acabamentos e remates finais, mas já se percebe o resultado final.

9...

...dias!

2008/12/08

Artesanato novo

Hoje passou na obra o Miguel, o escultor que é meu "fornecedor" de artesanato por aqui.

E lá negociei, à boa maneira de Angola com árdua disputa de preços, estas peças que vão para a minha casita, fazer companhia às restantes que levei em Agosto.

E espero conseguir comprar no mercado de artesanato na entrada de Luanda, quando a 17 for para "cima", um quadro ou dois lá para casa.


























































Chuva, chuva, chuvinha...

Esta noite, choveu. Aliás, começou a chover à tarde, quando meia praia do Términus se foi embora e a outra meia se escondeu no jango. E choveu bastante, aquela chuva diluviana que um europeu não sabe o significado termo até aportar em África e ver o céu desabar em cima.

O primeiro resultado é este das fotos abaixo tiradas do meu quarto: Lobito vira Veneza (bem sei que lhe falta qualquer coisita, coisa pouca, mas deixem-me sonhar, sim?), com as águas a tomarem conta das ruas. E o pior é que tomou conta da minha, onde vivo, e obrigou-me a clamar pelo apoio do meu estaleiro de forma a receber as botas de água (vulgo "galochas" do meu tempo de meninice) de forma a poder sair do prédio e entrar no carro, com água sempre pelos tornozelos (ou mais...).

Esta noite, gato escaldado, levo as botas de água para casa...



















Olha o Rio, perdão, Rua Bartolomeu Dias...



















Olha o meu barco, perdão, o meu carro ali no meio do rio, perdão, rua

2008/12/05

BNA-Lobito (11): Mais progressos na cozinha industrial

Dá gosto ver o trabalho progredir assim. Nós utlimos 3 meses a obra deu um salto enorme e nos últimos 3 dias nem se fala. Passar de paredes nuas para quase pronto assim como nas fotos, nem o Sr. Oliveira da Protel se acreditava...















Os últimos azulejos 10x10 da Recer.







































No chão, os canais estavam já forrados com tela asfáltica e levaram uma cantoneira para receber a grelha galvanizada, aplicada pelo Armando (na foto) e pelo "Nelo".







































































Entretanto a Protel montou a câmara de frio e o Guilherme está a aplicar o pavimento, o mosaico 30x30 Vila Real da Grespor. Amanhã deve estar concluido e os remates da parede ao pavimento feitos, deixando assim espaço para na próxima segunda a Protel montar o equipamento todo e o Guilherme passar para a varanda do piso 2.





















Mas nada disso seria possível sem a minha auxiliar: a Tucha, que vai comigo para a obra fiscalizar até no elevador...















Por ser injusto se não o referir, tambem o pessoal da betonilha na varanda se portou muito bem: segunda começaram a varanda do piso 2 e amanhã ao almoço já vão terminar. 541 m2 de área, cerca de 27 m3 de betonilha, em 5 dias de trabalho...

2008/12/04

BNA-Lobito (10): Progressos na cozinha industrial

Pois é, Godinho, eu sei que não é esta a principal obra para ti, mas de facto esta é a "menina dos meus olhos" e é aquela que tem mais "sumo" para mostrar. Quanto à ENSA, está quase, está quase... O pior é que depois da ENSA estar concluída, vai haver um espaço livre para alugar ao lado e quando alguém alugar, mais obras vais ouvir... E parabéns pela reportagem fotográfica da plataforma, estava muito engraçada.


Cozinha industrial, hoje, 8h12


Cozinha industrial, hoje, 10h02


Cozinha industrial, hoje, 19h03

2008/12/03

BNA-Lobito (9): "Puxada" de final de ano

Novo up-date fotográfico à obra, estou a fazer uma "puxada" de final de ano para deixar rematadas uma série de "rabos" que de outro modo ficam pendurados, sem necessidade, para o próximo ano. Neste últimos dias tem havido progressos a olhos vistos, como se pode comprovar nalgumas fotos...
















1º gradeamento colocado no muro a 29-11















Vista parcial do 1º tramo de muro com gradeamento completo a 3-12















Reconstrução dos favos pré-fabricados da varanda (os moldes, com mais de 30 anos, ainda estavam guardados na fábrica da Lupral na entrada de Benguela)















Execução de paredes exteriores em monomassa da Weber-Cimenfix (aqui o Abilio está a fazer o acabamento "casca de carvalho")















As portas já estão a ser colocadas (já tenho quase uma centena em obra, mas ainda só cerca de metade podem ser aplicadas devido à execução de ultima hora de soleiras na transição de materiais e as manchas da foto são da humidade extramamente elevada que às vezes faz isto à máquina...)















Estrutura do auditório




















Colocação de azulejo 10x10 em quartos de banho do piso 3 (neste momento, a tomarem as juntas)















Execução de soleiras entre transicões de pavimentos















Colocação de azulejo 10x10 na cozinha industrial, hoje, 15h39















Colocação de azulejo 10x10 na cozinha industrial, hoje, 18h09 (olha a Tucha!)

2008/12/01

Eu no Abrupto (outra vez...)

Aqui está mais uma foto minha no blogue do Pacheco Pereira. Aqui.

Foto de um por do sol na praia do Terminus, similar à que apresentei aqui ontem.

2008/11/30

Imagens [24] - Ponte da Catumbela e Lobito















Ponte da Catumbela, dia 27 de Novembro















Bairro Comercial, ou Vinte e Oito, onde vivo e está a minha obra (aliás, tirada de lá, piso 6), com a Restinga e o Porto do Lobito ao fundo.















Rua 25 de Abril (antiga 28 de Maio, de onde vem o nome de "Vinte e Oito" deste bairro





























Mercado Municipal, prestes a ser inaugurado após as obras de beneficiação que sofreu















Edíficio da ENE















Administração Municipal, na Restinga















Tribunal, na Restinga















Igreja da Arrábida, na Restinga















Vista da baia do Lobito desde a Restinga















Sede dos Caminhos de Ferro de Benguela (CFB), na Restinga




















Jardim na praça das traseiras da Administração Municipal, enquadrado pelo Hotel Terminus, Hospital e Sede do CFB. Antiga Praça Salazar...















Por do sol na praia do Hotel Terminus, na Restinga

2008/11/29

Imagens por mostrar

Eu bem tento, mas hoje a net não colabora. Não consigo meter imagens, fica para outro dia. E que vontade de ir para a praia em vez de estar a trabalhar e desenhar portas e degraus de madeira para serem feitos na carpintaria ou portões de ferro para a serralharia executar... Tá um calorzinho tão bom... E na água do mar ainda deve estar melhor!