2011/02/04

50 anos de Guerra Colonial

Todas as guerras são estúpidas e injustas. São estúpidas porque só a estupidez do bicho Homem é que leva a guerras, não resolver de forma racional e inteligente diferendos. E são injustas porque usam e desviam recursos imensos do bem-estar da população para este acto, porque criam pobreza em especial junto dos mais desprotegidos, por trazer miséria e destruição aos locais por onde passa e, porque não dizer, por nunca resolver o problema que a causou.



Dito isto, faz hoje 50 anos que se iniciou a última guerra em que Portugal esteve envolvido activamente e como um dos beligerantes. A dita "Guerra Colonial" que se iniciou em Angola a 4 de Fevereiro de 1961 (razão porque hoje é um dos principais feriados de Angola) e que se prolongou até ao 25 de Abril de 1974.

Hoje, as antigas colónias portuguesas são independentes, mas não por causa da guerra - ou melhor, como consequência lateral da guerra, porque Portugal só abandonou a luta armada após a queda do regime totalitário que vigorava até então, queda essa acelerada pela guerra colonial, mas acima de tudo porque exigia algumas mudanças nas liberdades, garantias e direitos dos cidadãos.



A pergunta que sempre fica no ar é se valeu a pena esta guerra que tendo começado em Angola, rapidamente se alastrou a Moçambique, Cabo Verde e Guiné. Porque, e volto ao principio, todas as guerras são estúpidas e injustas, logo desnecessárias, se os Homens que governam soubessem perceber as aspirações dos povos que governam.
Enviar um comentário