2008/02/06

Leituras [23] - O Império da Eternidade, de Anthony O'Neill


Confesso que apenas conhecia superficialmente as aventuras de Napoleão no Egipto, pouco mais sabia que ele lá tinha estado... Achei, por isso, interessante esta narrativa que mais uma vez mistura ficção e realidade em doses apropriadas para prender o leitor com os acontecimentos relacionados com a "Camara da Eternidade".

Sinopse:
"Diz-se que a Câmara da Eternidade contém os segredos dos faraós e um código hieroglífico para o futuro - o destino de todos nós. Tomando conhecimento da misteriosa lenda, Napoleão Bonaparte organiza uma expedição ao Egipto para a localizar. Quando os extraordinários segredos da Câmara lhe são revelados no coração da Grande Pirâmide, regressa a Paris, onde rapidamente se torna Imperador de França. Quarenta anos mais tarde também a rainha Vitória se deixa seduzir pela lenda e recruta Alexander Rhind, um modesto jovem escocês, para se infiltrar numa sociedade secreta de arqueólogos conhecida como a Irmandade da Eternidade. No entanto, quando o próprio Rhind é seduzido pelo mistério, é compelido a organizar a sua própria expedição ao Egipto para desenterrar a verdade. Com um elenco de imperadores, papas, rainhas, generais, xeiques, artistas e arqueólogos - todos eles figuras históricas reais -, O Império da Eternidade é um romance enfeitiçante sobre as maravilhas do Egipto, os segredos dos deuses e o desjo do homem em atingir a imortalidade a qualquer custo. Pela sua imponência e indução, estas revelações têm uma durabilidade que vai para além da última página."
Enviar um comentário