2005/08/31

Basta!

"Basta! Nunca mais política partidária nem exercicio de cargos políticos, basta!"
"Diria que não, que é um erro crasso."

Estas e outras frases são da autoria de um homem que já foi 3 vezes Primeiro Ministro, 2 vezes Presidente da República e 1 vez Deputado Europeu, entre outros cargos ministeriais que ocupou ao longo dos últimos 30 anos. Mas não chega. Talvez por vicio, talvez por outros motivos que nem vou aflorar, mas algo falou mais forte que aquilo que nos últimos 9 meses tem falado.

Isto, em bom português, é a hipocrisia no seu máximo expoente.

Isto é o motivo porque a política está cada vez mais descridibilizada e pelo qual cada vez menos se acreditam naquilo que os políticos que criaram esta República dizem. Tenho pena porque não é por esta política palaciana de golpes baixos que me bato. Aliás, nem sei combater assim. Eu e grande parte da geração nova, a geração da liberdade que nasceu nestas últimas 3 décadas e que está empenhada na vida política - e são poucos, muitos jovens nem tão pouco podem votar por falta de recenseamento eleitoral!

A diferença entre Soares e Cavaco é a diferença entre o meu avô (se fosse vivo) ou o meu pai... A diferença é entre alguém que sempre nos empurrou para o fundo das tabelas europeias ou alguém que fez de Portugal o bom aluno da Europa dos 15 e fez crescer Portugal em 10 anos aquilo que só no inicio do Estado Novo, na década de 30 tinha crescido... A diferença entre alguém que é credivel por ter andado com amigos como Andreoti ou Arafat ou de alguém que funda clubes europeus com pessoas como Major, Aznar, Khol e Tatcher...

A única conclusão que tiro desta candidatura é que afinal a célebre gaveta onde ainda jaz o socialismo afinal é um gavetão! Muito mais coisas que se dizem hoje cabem lá amanhã... "À lá" Pimenta Machado...
Enviar um comentário