2008/03/14

Temporal

Estamos na época das chuvas em Angola, entre Fevereiro e Abril quando chove, chove mesmo, chuvadas fortes e intensas como não estamos habituados a ver em Portugal.
Como as condições de vida gerais do país ainda são precárias, qualquer incidente desta natureza reflecte-se de forma critica na vida quotidiana de todos, mesmo daqueles que não são afectados por estas intempéries.

Por exemplo, devido às fortes de chuvadas de ontem, estradas foram cortadas e o serviço de comboio foi interrompido. Como resultado, o absentismo foi enorme. Na minha empresa, por exemplo, nem 50% dos trabalhadores compareceram ontem, tendo sabido eu entretanto que pelo menos um perdeu a sua casa.

Para ilustrar o estado em que o Lobito ficou, semelhante ao que sei da Catumbela, Benguela e Baia Farta, as cidades do litoral desta provincia, deixo duas fotos tiradas ontem de tarde com o meu telemovel, várias horas depois de ter parado de chover e por isso mesmo um pouco menos "chocantes" do que aquilo que mostrariam se fossem tiradas pelas 8h00 da manhã, por exemplo.

Podem acompanhar melhor a ocorrência pelo Jornal de Angola.



Enviar um comentário