2008/05/15

E a multa, não?

Pois é assim este país de cómicos. Antes de mais, não sou fumador e até concordo com a lei anti-tabaco. Mas um primeiro ministro faz uma lei que aplica com mãos de ferro sobre fumar em espaços fechados e depois ele próprio não a cumpre e alega o seu desconhecimento para a infringir, isso é demais! Pode pedir desculpas, só lhe fica bem. Pode ser amigo do Chavez, não me admiro, já a minha tia me dizia "diz-me com quem andas e dir-te-ei quem és"... Mas não tem justificação que não lhe seja aplicada, a ele e ao ministro Pinho, a coima máxima pela infracção cometida. E que não venham com adendas à lei a seguir a autorizar nos vôos freatados que se fume, como fizeram com os casinos depois de nas primeiras horas de vigor da lei ela ter sido violada pelo homem máximo que deveria garantir o seu cumprimento.

É que juro que nunca mais pago multa alguma (e foram poucas que paguei até hoje porque tento ser um cidadão cumpridor das leis) se eles não forem multados, alego jurisprudencia sobre infractores públicos relapsos. Porque assim já não é apenas gozar com os cidadãos, é abusar do Zé Povo!
Enviar um comentário