2010/11/18

Sócios querem apertar Taveira

Segundo o Correio da Manhã de hoje, alguns sócios do Sporting estão a pensar intervir contra o autor do projecto do seu estádio, o Arquitecto Tomás Taveira, devido aos problemas que o relvado tem apresentado desde a sua inauguração em 2003 - 7 relvados em 7 anos.



Não sei, de facto, se o problema está na arquitectura ou no relvado, mas pelo que fui lendo, penso que o problema está mesmo no desenho do estádio, visto que parece haver falta de ventilação ao nível do relvado e a iluminação natural não chega a uma boa parte do relvado, que por isso apresenta diferença de temperatura muito grande em relação às partes com iluminação natural. Já a parte das cadeiras, como dos azulejos exteriores, é mais discutível, trata-se de gostos...

Em relação aos problemas de concepção/desenho do estádio, pergunto-me até que ponto o autor pode ser responsabilizado nesta fase, visto que todo o processo se passou há muito tempo e, penso eu, tal deverá ter sido alvo de um processo de concurso e análise da proposta, pelo que haverá no mínimo outros co-responsáveis por tal.

Inegável é que há um problema naquele estádio. O que se passa não é normal, tamanhos problemas com o relvado que levaram a que o clube opte por colocar um relvado artificial em vez de um natural.

Se será responsabilidade do projectista? Penso que terá a sua componente de culpa, por não ter analisado bem algumas vertentes de utilização do objecto que desenhou - como costumo dizer, o desenho não pode submeter a função nem os utilizadores finais, o bom arquitecto é aquele que consegue responder às funções e satisfazer os utilizadores através de um desenho interessante. Por isso é que digo que o Siza ou o Taveira dificilmente consigam cumprir este requisito, já o mesmo não digo do Souto Moura, do Byrne ou do Manuel Vicente...
Enviar um comentário