2012/12/31

Adeus, 2012

E que não regresses tão cedo, porque não deixas saudades.

No país, o que havia para correr mal, correu mesmo mal e nos piores momentos, corolário da Lei de Murphy! Nem vale a pena falar mais sobre o assunto...

O que fica de bom? Uma CEC2012 que, se não ajudou muito, pelo menos deu animo a quem esteve por Guimarães. O meu receio é a factura que, de certeza, vai aparecer em 2013...
O título do FC Porto que, qual relógio suíço  vai somando pontos, vitórias e títulos de forma consecutiva, ano após ano, afrontando os poderes centralistas lisboetas e atemorizando seguidores de outros clubes.
E o meu mestrado concluído na sua componente lectiva em Julho, deixando agora espaço para avançar para a dissertação, mas ficando desde já a pós-graduação despachada!

E houve saúde, pelo menos, mais crise de vesícula,  menos pingo do nariz... Foi fraco ano, mas passou-se. 366 dias depois, estou pronto para outro!

2012? Game over!

Enviar um comentário