2012/01/21

O dia 0

...10...9...8...7...6...5...4...3...2...1...0!
O dia 0.

O momento em que tudo se inicia, o momento em que termina o count-down.

Foi um ano atribulado, este que nos trouxe até este dia, o dia que todos esperavam para que terminassem os preparativos e começassem os espectáculos.

As polémicas foram variadas e diversas, desde as políticas seguidas pela organização até ao curso e atrasos das obras levadas a efeito para o evento, passando ainda pela queda da líder inicial do projecto.

De tudo um pouco aconteceu.

Entidades várias tiveram que intervir, fazer valer o seu peso político, institucional ou de cidadania para prevenir e remendar erros vários que iam acontecendo.

Hoje, no dia 0, com o arranque oficial do evento, muitas polémicas estão resolvidas, outras serão ultrapassadas, outras ainda esquecidas. Mas nem tudo passou e foi perdoado - por exemplo, a questão dos ordenados e do término da FCG, não passará nem será esquecido. E, com toda a certeza, conhecendo Guimarães e os vimaranenses, orgulhosos da sua cidade e das suas coisas, outras polémicas irão nascer.

Mas hoje, o importante é celebrar este evento único que se inicia e se prolonga pelos próximos 11 meses - termina a 21 de Dezembro de 2012. E, acima de tudo, participar nos eventos que irão acontecer nos próximos 11 meses - mais de 600, segundo a informação disponibilizada pela FCG, o que dá um pouco menos de 60 por mês, cerca de 2 por dia. Participar não por participar, mas participar activamente, isto é, participar naqueles espectáculos que nos digam alguma coisa - razão porque hoje à noite estarei no Toural a assistir aos La Fura Del Baus naquele que deve ser um fantástico espectáculo de abertura aberto a toda a cidade e, porque não, a todo o mundo!

Enviar um comentário