2012/04/14

Complexo de Maradona

Nunca como esta época me tenho lembrado tanto de Maradona quando este estava no Napoli.

Porque esta época tenho visto dois "maradonas"...

Passo a explicar: Maradona no Napoli era o jogador que valia o título, que só valia mais que a soma das partes que era a equipa. Há dois Napoli: antes e depois de Maradona, um clube banal; e durante Maradona, um clube que ganhou dois campeonatos. Aliás, um pouco do que se passava com a sua selecção que vivia do seu grande n.º 10, embora aqui houvesse mais jogadores de qualidade que no Napoli se resumia a apenas um para além de Maradona: o ponta de lança brasileiro Alemão.

E lembro-me de Maradona porque o campeonato espanhol esta época tem dois jogadores que, quanto a mim, valem muito mais que o resto da suas equipas, por mais bons jogadores que ambas tenham para além deles. Falo, como é evidente, do Real Madrid de Ronaldo e do Barcelona de Messi.

Os números estatísticos destes jogadores falam por si mesmo: nenhum deles é ponta de lança e um leva 39 golos e o outro 40 no campeonato, quando ainda faltam 6 jornadas para o final, um leva 14 golos na Champions, o outro leva 8...

E digo que quer o Real Madrid, quer o Barcelona, sofrem do "complexo de Maradona", como lhe chamei no título, porque acho que são grandes equipas, sem quaisquer dúvidas, mas que hoje estão sobrevalorizadas graças a Ronaldo e a Messi.

Não é normal um jogador baixinho e outro que era um extremo estarem a marcar golos atrás de golos, de todas as formas e feitios, Ronaldo com o dobro de golos do ponta de lança da sua equipa, Higuain, e Messi com o quadruplo de golos de Xavi, o segundo melhor marcador da sua equipa.

Tenho, para mim, que o Barcelona e o Real Madrid sem estes jogadores, não sendo uma equipas banais, seriam equipas terrestres. A diferença está no extra-terrestre 11º jogador que cada um tem - e que estão a dar um espectáculo e uma emoção fantásticas ao campeonato e à Champions. Felizmente para o espectáculo e para eles, nenhum é dado a lesões ou castigos, pelo que é muito raro falharem algum jogo. E todos anseiam pelo novo confronto entre ambos na La Liga e numa possível final da Champions. Na esperança que ambos joguem, porque são garantia de golos e espectáculo! Eu cá aposto no Real Madrid - não pelo Ronaldo, mas pelo Mourinho. Quando ambas as estrelas em campo se equivalem, a diferença pode estar no banco - e, para mim, nesse aspecto, Mourinho é superior e é, para mim, o melhor, mesmo que na contabilidade pessoal esteja a perder nos confrontos com Pep Guardiola...
Enviar um comentário