2004/03/04

Faltam 100 dias para o Euro2004

Daqui a 100 dias e algumas horas, no Estádio do Dragão, inicia-se o "nosso" Europeu!
Nesta altura, já devíamos ter uma equipa, um sistema e tudo a laborar ao máximo. MAs ainda não é isso que se passa... Basta ler o Público de hoje que num excelente trabalho mostra, ao contrário daquilo que faz transparecer, que ainda muita coisa está por fazer e decidir na nossa selecção. Ainda há dúvidas quanto aos jogadores a escolher! ERRO! Os jogadores a escolher deverão ser analisados no momento mais próximo da convocatória final e devrá atender a um factor fundamental: a frescura fisica! Aliás, o Thierry Henry reforça essa mesma tónica no magazine da UEFA: quem apresentar a equipa mais fresca fisicamente, deverá ser o principal favorito à conquista do Euro2004. Outro ERRO - a nossa selecção ainda não definiu totalmente um modelo, ou, se preferirem, apenas no último jogo parece ter encontrado um modelo que julga ideal: 4x2x3x1. Nesta altura, o modelo já devia estar definido há muito tempo e as rotinas de jogo bem treinadas, de forma a que qualquer novo jogador que entre se enquadre rapidamente; o seleccionador pretende fazer isso nos 20 dias anteriores ao inicio do Euro2004! E depois há a questão das opções dos jogadores... discutiveis, como sempre, mas sem que se apresente uma justificação são completamente incompreensíveis! Em partícular, para mim, há cinco opções muito discutíveis. Estando em forma, não compreendo que o Meira, o Sérgio Conceição, o Maniche e (evidentemente!) o Baia não sejam chamados. Mesmo estando em forma, não percebo o que vê o seleccionador no pseudo-defesa direito Miguel: não sabe defender e ataca mediocremente (aliás, como atacante que era nunca se impôs e apenas com a saga da procura de um defesa direito do Benfica é que conseguiu esse lugar, mas como se tem visto jogo atrás de jogo, só quando o adversário não tem um bom médio-ofensivo ou extremo-esquerdo é que ele dá nas vistas porque pode subir e fica "dispensado" de defender).

De resto, o trabalho que até agora considero fraco do seleccionador, tem-me desiludido. Pensei que conseguisse fazer da nossa selecção algo mais forte... mas até agora, com excepção do jogo do Brasil, ainda não demonstrámos ser sequer do mesmo nível do que qualquer uma das equipas também qualificadas para o Euro2004 que já defrontámos...

Estou céptico... Euro-céptico!

Mas espero que tudo corra pelo melhor e que fiquemos, no mínimo, entre os 4 finalistas, que foi a fasquia mais baixa que foi colocada pelo Presidente e Seleccionador há pouco mais de um ano atrás.
Enviar um comentário