2011/11/27

Vettel é o melhor...

Sebastian Vettel
...mas mesmo assim, não chega aos calcanhares de Lauda, Rosberg (pai), Mansell, Prost, Senna ou Schumacher (antes do regresso) entre aqueles que vi correr e que mais me marcaram.

Sem dúvidas que é um excelente piloto e o melhor da actualidade, um pouco acima de Alonso e Hamilton. Mas falta um "bocadinho assim" para se elevar ao Olimpo...

Mesmo que bata mais alguns recordes do mundo da F1 como o fez este fim de semana, ao estabelecer o número máximo de pole positions numa época, batendo o antigo recorde de Nigel Mansell (1992) com 14 pole positions em 16 corridas e por mais precoce que seja a estabelecer alguns recordes, fica sempre a ideia que isso apenas acontece porque está no melhor carro. Já todos os outros pilotos que mencionei acima foram capazes de ser campeões e ganhar muitas vezes sem terem os melhores carros à disposição.

Mesmo este recorde de hoje estabelecido por Vettel acontece porque o campeonato tem 19 grandes prémios, pois nos 16 primeiros ele não conseguiu bater o recorde de Mansell - e como comprova a estatística  Mansell teve 88% de pole positions nessa época contra os 79% de Vettel este ano. Nesse aspecto, parece-me mais importante um outro recorde que Vettel marcou este ano: partiu 18 vezes, em 19 possíveis, da primeira linha, demonstrativo do seu poderio este ano. Mas, lá está, ainda falta outro "bocadinho assim" para igualar Senna (1989) ou Prost (1993) ou até Damon Hill (1996) de forma a fazer uma época completa sem falhar a primeira linha...

Depois de Schumacher, a magia ainda não voltou à F1. E não me parece que seja Vettel a trazer isso, ainda...
Enviar um comentário