2005/09/05

Acabar com a palhaçada? (III)

Mais outra... Este país parece convertido à nobre arte da palhaçada!

O senhor que se segue é Nuno Ribeiro, jogador de futebol, mais conhecido por MANICHE...



Conforme se pode ler na noticia, este senhor já não quer jogar na Rússia, para onde se mudou no dia 4 de Julho (há dois meses...) porque não gosta do clima (e ainda não é inverno) nem do campeonato nem dos jornalistas nem do país...

Pior, diz ele agora que "o dinheiro não é tudo na vida" mas quando assinou por 5 épocas um contrato multimilionário (que rendeu 16 milhões de Euros) pareceu não pensar assim... Ou então estava apenas seduzido pela ideia do irmão lá jogar, juntamente com o amigo Derley e mudar-se com o amigo Costinha fosse apelativa... BALELAS! CANTIGAS! MENTIRAS! No que ele pensou foi no dinheiro e, muito mais grave, conforme foi sendo publicitado por diversos orgãos informativos, ele estava a jogar contrariado no FC Porto (daí a época quase miseravel que fez) e queria ter saído mais cedo para lá, pelo menos em Janeiro conforme se soube na altura.

O outro amigo, o Benny, anda há mais de um ano a tentar se transferir (ele e o empresário dele...) para abicharem uns trocos... Será que esse senhor que anda a dizer que muito fez pelo clube e que agora quer sair não se lembra o que antes o clube fez por ele?

Não?

Então eu ajudo a lembrar... O senhor Benny estava na bancada no Celta de Vigo, não jogava e nem sequer era opção para o treinador de então, tendo na altura agradecido muito o facto do FC Porto ter apostado nele e ter relançado a carreira dele, então estagnada. Ele marcou golos e ajudou o clube? E depois? Não era para isso que foi contratado, que o FC Porto apostou um record de verbas até então (segundo na altura disse Pinto da Costa, cometeu uma pequena loucura, nem o Jardel custou tanto). Ele assinou de livre vontade um contrato com uma determinada duração. Mais, por exigencia do empresário (tambem detentor de percentagem do passe) foi incluida uma clausula de rescisão válida para o mês de Julho. Se ninguém pagou o valor previsto na data prevista a culpa é do clube? Se não foi vendido, só tem de jogar e fazer o melhor que pode e sabe com os pés e a cabeça (e não com a boca e o cotovelo) para honrar e cumprir o contrato que assinou.

Não querem cumprir os contratos que livremente assinaram? É bem feito, cá se fazem, cá se pagam! Joguem, joguem bem e cumpram as suas obrigações laborais, seus irresponsáveis "peseteros"! Pensassem antes de assinar quais as consequências dos contratos. PALHAÇOS!
Enviar um comentário