2005/09/09

Ai, ai, Vitória...

Fui ver o Vitória a primeira vez esta época. Na primeira jornada, como quase coincidia com o FC Porto, fui com o meu pai ao Dragão, mas desta vez já lá pude ir.

E fiquei preocupado... Muito preocupado...

Em primeiro lugar, com a atitude da equipa: joga à Pacheco, isto é, muito sarrafeirinha... Depois, a falta de entrosamento da maior parte dos joagdores: vê-se que há alguma "matéria-prima" de qualidade mas nota-se mais ainda que eles ainda não se conheçem, ainda não têm automatismos e há falhas clamorosas de coordenação entre os vários sectores da equipa. Por fim, se há lá bons jogadores, há erros de casting também, e graves! Mário Sérgio é um flop! Não defende, é lento, ataca mal, passa mal... Os golos surgiram pelo seu lado e bastas vezes o Jorge Luiz fez o que quis naquele corredor enquanto o Mário Sérgio andava à procura da sua posição em campo uns metros mais atrás da bola... O Nilsson também me pareceu fraco, demonstrou alguns pormenores nas saídas que não me agradaram muito e julgo que a defesa não tem muita confiança nele. Para além disso, quase todas as bolas que repunha em campo iam ter aos pés dos adversários, pelo que bola com o Nilsson era bola para o adversário. O Cabral tem "pinta" mas ainda é muito "verde", não tem estaleca para jogar a este nível, precisa de rodar num clube onde jogue com regularidade e de preferência na II Liga, não na II Divisão B ou mais abaixo ainda... O Flávio Meireles é ele próprio, isto é, muita pancada, muita violência e raramente faz um desarme limpo e entrega uma bola a um companheiro de equipa de forma jogável... Não tem qualidade e a fazer coisas como as que fez hoje não dura 15 minutos no jogo da Taça UEFA. O Manuel andou perdido em campo e não me parece que seja grande coisa, já no Moreirense não gostava dele... Positivo, o Neca que me parece estar a recuperar a alegria de jogar e isso é positivo também para o futebol português que precisa de jogadores como ele, com facilidade de remate. O Geromel parece-me muito interessante, mostrou bons pormenores, saí bem com a bola jogada nos pés para o ataque, pareceu-me bom a defender e com bom sentido de posição em campo. O Saganowski parece ser um tipico jogador de área, não vem muito atrás nem pressiona muito o meio campo, espera pela bola lá à frente mas sempre vai prendendo os centrais lá atrás... O Dário tem qualidade e quando se entrosar mais vai ser um elemento seguro no ataque. O Targino tem potencial e explosão fácil, mas precisa de rematar melhor. O Svard pareceu-me interessante, apesar de ter jogado hoje a trinco e pelo que diziam os jornais era defesa. E ainda há o Clayton e o Paulo Sérgio, boas opções, bem como o Benachour e o Rivas, que não me parecem tão bons quanto os pintaram mas poderão ser sempre boas alternativas...

Em suma, parece-me que a troca Manuel Machado / Jaime Pacheco não trouxe nenhuma vantagem. E o clima já está pesado para o Jaime... Posso estar enganado, mas no Natal o treinador já é outro...

Há alguns desequilibrios na equipa, mormente na defesa e nos trincos.

Poderei estar enganado, mais uma vez, mas esta primeira metade da época vai ser para sofrer muito... Em Janeiro, com algumas rectificações pontuais e meia época nas pernas dos jogadores e talvez as coisas começem a melhorar. Mas até lá... Aguenta, coração!
Enviar um comentário