2011/01/22

Reflexão?

Nos dias de hoje, vividos a "100 à hora" e com canais de noticias 24/24 e a internet na palma das nossas mãos no iPhone e afins, numa sociedade que nunca teve tanta informação disponibilizada como hoje e em que a cobertura mediática estende-se aos mais ínfimos pormenores, pergunto-me se ainda faz sentido o "Dia de Reflexão".

Mais do que isso, pergunto-me se ainda faz sentido o período de campanha eleitoral, já que a mesma é iniciada muitas semanas ou meses antes.

Acho que todo o sistema político português precisa de ser repensado, como o irão demonstrar os números da abstenção amanhã. Isso sim, creio que deverá ser alvo de profunda reflexão!

Ainda sou do tempo dos comícios depois do jantar. Era quase como ir ao futebol. Levava-mos lanche, bandeiras e eram enchentes grandiosas. Em Guimarães, assisti ao que me dizem ter sido o maior comício da história concelhia, quando Cavaco Silva em 1987 encheu a praça da Mumadona, com gente que se estendia quase até ao Paço dos Duques e pela avenida da muralha abaixo! E, já militante activo da jota, ajudei na preparação e execução do comício de encerramento das Europeias (salvo o erro em 99) com a presença do Pacheco Pereira (cabeça de lista) e do Marcelo (presidente do PSD) na rua dos Paços dos Duques, com alguns milhares de pessoas. Nesse tempo, havia participação e interesse, a campanha não era feita de directos para as televisões e jantares pagos em vez. Sinceramente, eu gostava mais...
Enviar um comentário