2011/05/20

Dublin: a final da Liga Europa

Foi um dia longo, mas muito satisfatório. E que não mais esquecerei.

Porque sempre foi um sonho ir ver o FC Porto jogar ao estrangeiro, mais ainda, ir jogar uma final europeia. E na companhia do meu pai. Sonho esse que cumprimos agora. Vendo o FC Porto ganhar a sua 4ª final europeia em 5 disputadas, um registo excelente.

Foram 24 horas intensas. Desde que acordei às 4h30 da manhã de dia 18 até que me deitei às 4h30 da manhã do dia 19, viajamos para Dublin, demos uma volta pela cidade, encontramos conhecidos, assistimos ao jogo e regressamos.

E assistir ao jogo, o momento alto, foi único. O momento do golo foi comemorado durante largos minutos. Berros, saltos, abraços, lágrimas, risos, tantas emoções num momento só. Não me lembro de ter vibrado com um golo como desta vez!

O resto, é história.

André Villas Boas treinou e orientou a equipa rumo à vitória, curta mas suficiente, por 1-0 com o golo do inevitável Falcao, aos 44 minutos, após centro do Guarin.

Assistiram ao jogo 45.391 espectadores, eu e o meu pai incluídos!

O FC Porto alinhou de inicio com:
Helton; Sapunaru, Rolando, Otamendi, Álvaro Pereira; Fernando, Guarín, João Moutinho; Hulk, Falcao e Varela.
Substituições: Guarín por Belluschi 73m, Varela por James Rodriguez 79m
Não utilizados: Beto, Maicon, Souza, James Rodriguez, Rúben Micael, Belluschi e Walter.









Enviar um comentário