2009/05/20

Betão... orgânico?

Diz a noticia do Público que 2 arquitectos inventaram algo a que chamam "betão orgânico" por permitir que vegetação cresça no seu revestimento, ideal por isso para ser aplicado em caminhos exteriores em parques e jardins, rampas ou em muros de suporte.

A ideia parece-me interessante, mas pergunto-me se isso se pode considerar "uma invenção". Podendo estar enganado, porque a noticia não é esclarecedora nesse ponto, parece-me que tudo passa por uma "receita" diferente dos materiais componentes do betão, ou seja os inertes e aditivos utilizados é que, nas quantidades misturadas, poderão permitir que o betão tenha essa característica. Daí a ser uma invenção, parece-me inadequada a expressão.

Agora que é um material com "panos para mangas" e imenso potencial para ser usado, isso estamos completamente de acordo.

Pelo menos, no meu caso, uma das coisas que mais detestava era a profusão de betão que, para mim, tinha de ser "dissimulado" de forma a minorar o seu impacto em muitos projectos onde estive envolvido, devido ao acidentado terreno da minha área de influência, distrito de Braga. Este género de solução é interessante, normalmente recorria à pedra como alternativa, mas isto permite toda uma nova forma de pensar o projecto de origem.

Aos colegas autores, os parabéns pela ideia e persistência em desenvolver o produto. O maior reconhecimento, tenho para mim, será começar a ver o material aplicado. É como quando projectamos um edifício: o maior reconhecimento é ver o mesmo utilizado...
Enviar um comentário