2011/09/30

Nova aventura académica!

Ainda não sei bem como, mas há uns tempos atrás dei por mim a olhar para a página do Mestrado de Gestão da Escola de Economia e Gestão da Universidade do Minho e a pensar: "acho que precisava de fazer algo assim"...

Porquê? Porque ao ler isto...

"Destina-se a licenciados de qualquer área científica que no seu desenvolvimento de carreira pretendam adquirir formação complementar e desenvolver competências nas áreas da Gestão (Finanças, Estratégia, Contabilidade, Recursos Humanos, Marketing, Gestão de Operações). Esta formação proporcionará aos mestrandos uma visão global da organização e/ou da área de negócio onde eles exercem atividades, e auxiliá-los-á no desempenho de funções diretivas ou de gestão e coordenação. Com a realização de um mestrado em Gestão de natureza generalista, pretende-se dotar os alunos de competências para responderem da melhor forma aos desafios colocados pelas profundas transformações nos ambientes profissional e empresarial, ao nível nacional e internacional."

...entendi que depois dos ultimos trabalhos que tive, esta formação avançada poderia ser o complemento ideal para aprofundar conhecimentos que adquiri de forma empirica e superficial por obrigação das funções que desempenhei.

Como tal, se o pensei, executei. Isto é, candidatei-me. E fui seleccionado!

Agora, que já me consciencializei da "coisa", deparo-me com um programa de mestrado exigente e com algumas disciplinas capazes de fazer arrepiar de pele de galinha o mais optimista dos mortais...

Do Plano de Estudos fazem parte coisas como "Métodos Quantitativos Aplicados à Gestão" (!) ou "Princípios de Finanças" (!!) ou "Complementos de Gestão da Produção e Operações" (!!!) ou ainda "Contabilidade para Gestores" (!!!!) e eu juro que se sobrevivo a isto não me meto noutra! Ou então, meto, porque há 8 anos atrás, quando acabei a pós-graduação (especialização) do mestrado de Engenharia Civil em Processos e Gestão de Obras, também disse que nunca mais e agora é o que sabemos!

Enfim, menos mal que, por coincidência, conheço um dos colegas, é uma vantagem.

Vai ser um ano complicado. E espero que compensador do esforço...
Enviar um comentário