2009/03/30

Força, Frederico Gil


Imagem "Público"

Não é todos os dias que um atleta defronta o número 1 mundial, no ténis ou em qualquer outro desporto.

Neste momento, enquanto escrevo estas linhas, o nosso "luso" Frederico Gil (que conseguiu superar a já dificil proeza do Nuno Marques nos anos 90 que entrou no top100 e está agora próximo da casa dos 70 melhores do mundo) está a bater bolas com o Nadal, nº1 do mundo.

É um prémio para a sua (ainda) curta carreira mas cada vez mais promissora de se chegar à frente e competir nos melhores torneios e com os melhores do mundo. Já era tempo do ténis português ter alguém a competir com os melhores. Nem percebo como tal não acontece, tamanha é a penetração da modalidade no país desde sempre, com praticantes de tenra idade que aprendem a andar com uma raquete na mão...

O jogo, infelizmente, não o posso ver, porque gostava. Ainda me lembro da renhida final do Nuno Marques no Estoril Open há uns 10 anos atrás, que coisa fantástica. Só espero que corra bem ao Frederico e que, independentemente do resultado, ele ganhe mais experiência e força para subir um pouco mais ainda na sua carreira.
Enviar um comentário