2011/03/17

Ainda sobre "A Capital é nossa"

Já estão na blogosfera e espero que em breve comece a ver os primeiros projectos dos "excluídos" da CEC - e são tantos, conheço uns poucos que se queixam disso mesmo, de nem uma resposta ter ao fim de vários meses de solicitação, apesar de invariavelmente tal ser negado pela CEC.

A primeira actividade, embora com impacto, não foi, para mim, a melhor: pintura de algumas paredes com o símbolo do movimento.

Mas a segunda actividade, relacionada com a limpeza desses locais e a alteração do suporte das pinturas, já demonstra mais cuidado nas intervenções, próprio de artistas e vimaranenses preocupados com o património e a cidade.



Esta é uma actividade que pode ser muito interessante, um sobressalto cívico que os vimaranenses estão a ter e que eu vejo como muito positivo. Porque significa que por mais que a Fundação através da CEC e a CMG tentem, não conseguem controlar e dominar a enorme força associativa vimaranense...
Enviar um comentário