2011/03/12

Manifestação da geração (que pôs o Sócrates) à rasca!



Algumas frases:
- revolução precária
- e quem não salta é do governo;
- não há liberdade com precaridade;
- liberdade, igualdade, fraternidade;
- nós, crianças, que futuro teremos?;
- basta de se governarem;
- filhos não são luxo;
- fuck the system;
- juventude exige mais direitos e outra política;
- estado gordo=povo magro;
- basta de escravidão;
- Sócrates vai para a rua;
- revolução já;
- defender a agricultura e melhorar a auto-suficiência alimentar;
- ordenado mínimo para os políticos já;
- 'tou à rasquinha (e ao lado noutro cartaz) eu também!

O povo está na rua... dizem ser 200 a 300 mil em Lisboa e 50 a 80 mil no Porto, mais gente em Braga, Viseu, Coimbra e ainda outras cidades portuguesas. E até em Madrid!



Entretanto, os caminiostas parece que vão entrar em greve às 0h00 de segunda-feira! Em 2008, acabaram bens nos supermercados, esgotou combustível nas bombas, o país parou.

Agora, pergunto-me eu: e depois disto e do que aí vem, o que se poderá fazer e o que vai acontecer?

Será que Sócrates não percebe que esgotou o seu tempo? Tem o Presidente contra ele, tem a oposição contra ele, tem os professores contra ele, tem os camionistas contra ele, enfim, tem o Povo contra ele, mais ainda depois do PEC4 à revelia de tudo e de todos de ontem. O que será que está à espera para se demitir?
Enviar um comentário