2009/06/04

Primeiros nomes

Ainda mal terminou a época do tetra-campeonato e já o FC Porto prepara a época do penta-campeonato, que antecede, como todos sabemos, a do hexa-campeonato... :)

E depois de serem confirmados alguns jogadores a actuarem em Portugal, apostas de futuro (e o futuro pode ser já amanhã) como Miguel Lopes (defesa direito, Rio Ave), Varela (extremo, Amadora) e Orlando Sá (ponta de lança, Braga) começam agora a surgir nomes mais fortes e de jogadores cuja aposta é mais imediata, com Maicon (central, brasileiro, Nacional por empréstimo do Cruzeiro) e Alvaro Pereira (defesa esquerdo, uruguaio, Cluj da Roménia) à cabeça.

Do que vejo, são contratações cirurgicas de ajuste ao plantel, até agora.

Benitez foi um flop à esquerda, Alvaro Pereira veio para o seu lugar e precaver a enorme cobiça que o Cissoko está a provocar - estou preocupado é com sistema de ensino no Uruguai, o ano passado o Cebola demorou 5 minutos (!) a assinar pelo FC Porto, este ano, em ano de tetra, este novo reforço demorou, vejam-se lá só, 4 minutos! Ou então têm muitos apelidos para levar tanto tempo a fazer um rabisco... ;)

A iminente saída de Bruno Alves e o papel de treinador adjunto do Pedro Emanuel obriga à entrada de um central de caracteristicas "à Porto" como parece ser dotado este Maicon. Isto sem invalidar a provavel presença de Nuno André Coelho no plantel, depois da excelente temporada no Estrela.

A entrada de Miguel Lopes prende-se com a cobiça que Sapunaru tem tido e com a polivalencia de Fucile o desviar muitas vezes para a esquerda.

A entrada de Varela vem equilibrar os flancos e colmatar a saída do Tarik, em fim de carreira, dando sangue novo e muita força às alas.

O Orlando Sá é o caso mais enigmático, pois pouco jogou e mesmo assim chegou já à Selecção principal de Portugal. Parece ter qualidades interessantes, mas ainda não sei se será um Gomes ou um Postiga... Já lá está no plantel outro similar, Rabiola, que mostrando qualidades ainda não as comprovou nos treinos para convencer o treinador a apostar nele. Veremos se será uma aposta para o imediato e substituirem o Farias (acredito que saia) ou não.

Neste momento, para mim, a grande incognita é Lisandro. Estou convencido que Lucho é para ficar. Mas o Licha parece-me que vai sair.

A minha aposta para as "pérolas" a serem vendidas este ano são o Licha e o Bruno Alves. Para além da possibilidade de vários outros de menor dimensão entre emprestados (Kaz, Ibson, Vieirinha...) e do plantel (Benitez, Tomás Costa, Guarin, Farias, Stepanov...) tambem poderem ser fontes de algumas receitas.

Nas próximas semanas tudo deve ficar mais claro. Acredito que ainda entre um guarda-redes (Beto?, Eduardo?) e mais alguns jogadores de campo. Por norma o FC Porto renova cerca de 10 jogadores a cada época e até ao momento, com excepção das 5 contratações e do regresso prevísivel de um emprestado, ainda haverá mais algumas carências a suprir no plantel.
Enviar um comentário