2011/06/10

Porquê 10 de Junho?

Dizem que é o dia de Camões. Segundo consta, morreu a 10 de Junho de 1580. Mas poucas certezas há sobre a sua vida. Certo só que terá escrito os Lusíadas, obra maior da literatura do renascimento em Portugal e no Mundo. Mas é um dia que só é comemorado desde 1924 enquanto tal, segundo li aqui, ou seja, é uma tradição com menos de 100 anos e amplificada pelo regime de Salazar - coisa que me faz ficar perplexo como a esquerda permitiu manter esta tradição e apenas lhe retirou a "raça" da comemoração (já que até 1978 era dia de Camões, de Portugal e da Raça!) que a II República tanto glorificou.


Mas daí até ser hoje o dia de Portugal, das Comunidades e de Camões, parece-me um excesso.

Porque nem sequer há certezas.

Mal por mal, incerteza por incerteza, prefiro o 24 de Junho, suposto dia da batalha ocorrida no campo de S. Mamede, em Guimarães, e que deu início segundo todos os relatos e mais ou menos unanimidade dos historiadores ao nosso país, Portugal, no já longinquo ano de 1128.

Quanto ao resto, parece-me bem que se comemore o dia da nação, que se festeje Portugal - mesmo que de forma contida porque não só a nossa independência já não é o que era (graças a quem nós sabemos) como a crise (graças a quem nós sabemos também) não o aconselha. Já agora, faltam 17 anos para comemorarmos os 900 anos de história enquanto nação. Que data fantástica será o ano de 2028, gostaria de cá estar para a celebrar também! Quem sabe nesse ano já se comemore em 24 de Junho o dia de Portugal!

Editado em 2011.06.12
Enviar um comentário