2011/06/06

As minhas previsões foram quase certeiras!

Estou, assim, à disposição de todas as agências que gastam milhões para falharem as suas previsões em sondagens e inquéritos...

A 31 de Maio, previ aqui os resultados.
Veja-se o comparativo, primeiro a previsão, depois o resultado oficial...

PSD - 37-40% - 38,63% (OK)
PS - 29-31% - 28,05% (fui optismista demais, falhei 1% por excesso!)
CDS - 12-15% - 11,74% (mais uma vez fui optimista, falhei 0,26% por excesso!)
CDU - 7-9% - 7,94% (OK)
BE - 5-7% - 5,19% (OK)

Qual foi a técnica? Ouvir o que as pessoas diziam na rua, nos cafés, nas filas do supermercado. Sentir a reacção das pessoas à passagem das campanhas eleitorais na rua. Feelings! Sentia nas pessoas uma grande rejeição a Sócrates, apesar de socialistas. Sentia que a mensagem de Portas passava bem, nomeadamente no eleitorado urbano e jovem. Sentia que o PSD era o único encarado como solução para o momento presente, apesar de algumas questões menos claras e mais conflituosas. Sentia que a coerencia do PCP seria premiada com um resultado semelhante aos anteriores. Sentia que as posições de rejeição constante, de radicalismo, de incoerência entre o apregoado e practicado pelo BE iria tirar muitos votos a essa coligação de interesses de partidos não democráticos.

O resto já nós sabemos. Por interesse ou por incompetência, as sondagens todas, sem excepção, apontavam para valores muito diferentes e até as de boca de urna, do próprio dia, não foram muito certeiras. Gostaria que isso fosse devidamente investigado... O que também é engraçado é que na net, em diversos blogues, muitas pessoas também previram resultados com maior fiabilidade que os das empresas de sondagens...
Enviar um comentário