2004/06/16

Parabéns, Portugal

Regressado agora de uma voltinha pela cidade de Guimarães, que se encontra em comemoração com esta explendida vitória, duas ou três coisas.

A coragem de Scolari em dar o braço a torçer e abdicar do que andou a tentar fazer durante eternidades para reconheçer o excelente trabalho de Mourinho no FC Porto e usar o seu sistema e os seus jogadores, com a evidente melhoria de produção e de resultados. Por isso, tal como fui dos primeiros a criticar, quero também ser dos primeiros a dar os parabéns por ter tido a coragem de assumir que o que estava a fazer até agora não era o melhor e ter emendado a mão! É de homem, sim senhor!

O excelente jogo do Deco e do Maniche. Apesar de a UEFA ter nomeado Homem do Jogo o Maniche, eu acho mesmo que o Deco ainda foi mais importante, quanto mais não seja pela mudança de atitude que introduziu à equipa: que diferença o meio campo de hoje e o de sábado! E provou que ele deve ser o titular e que sente a camisola tanto ou mais do que os outros 22 jogadores que nasceram portugueses de berço...



Mais alterações para o jogo com a Espanha! Acho que o Ronaldo pelo que fez nestes dois jogos demonstrou estar a atrevessar um melhor momento de forma do que o Simão. Pelo menos, parece-me mais "solto", rápido e incisivo - para além de mais produtivo: um golo e uma assistência. Quanto ao resto, e com excepção de alguma lesão, mantinha os restantes 10.

Isto foi ainda a primeira final... No domingo em Alvalade, contra a Espanha, teremos a próxima final que poderá valer o lugar na final seguinte, os quartos de final! Mas entretanto soube muito bem comemorar esta vitória e a conquista de uma equipa!
Enviar um comentário