2009/04/08

E afinal os DEVILS eram BLUE



Grande jogatana, 15 minutos iniciais fantásticos até ao disparatado, absurdo, infantil passe do Bruno Alves.

Mas mesmo depois desse momento que poderia ter marcado o descalabro no jogo, o FC Porto manteve-se sereno e confiante em campo, extremamente personalizada e mesmo os mais novos na equipa e nestas andanças, o Fernando, o Rolando, o Cissokho e o Sapunaru não deram parte de fracos e não comprometeram nem uma única vez. O resultado é lisonjeiro para o Manchester: ambos os golos foram mais consentidos pelo FC Porto que conquistados pelo Manchester e ficou um penalti, claro como a água do Luso, por marcar numa falta de Tevez sobre Hulk. Mesmo nos momentos de maior pressão no inicio da 2ª parte, o FC Porto mostrou sempre estar à altura do palco dos sonhos que pisava. O palco dos NOSSOS sonhos...

Fico feliz quando vejo o FC Porto demonstrar assim, alto e bom som, que é de facto uma equipa de outro nível no que toca aos clubes nacionais. Talvez agora já saibam contra quem joga o United... Tenho pena, colega Nuno Assunção, mas o teu Sporting ainda está a milhas do nível europeu do FC Porto...

E já agora, Domingos Amaral e pasquim Record (vergonhosa a capa de hoje com uma breve referência ao jogo de ontem): EMBRULHEM e tomem mais um Kompensan a ver se passa!


E para a semana, no Dragão, só temos de ser nós próprios e fazer aquilo que sempre fizemos em casa contra ingleses: não perder. Eu acredito, quando o FC Porto quer, o FC Porto consegue. E as meias finais são já ali à frente...

Entretanto o jogo de sábado, com o Estrela, preocupa-me. Como se viu pelo jogo do fim de semana que só com a ajuda do árbitro o Estrela perdeu, não é por não treinarem que não jogam e correm em campo. E são perigosos. A próxima final é sábado, com ou sem entrega de troféus de campeão que estão em atraso...
Enviar um comentário